A Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) aprovou, na tarde desta quinta-feira (13), as emendas nº 09 e 36 à Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2018, que garantem autonomia financeira e orçamentária à Universidade do Estado do Amazonas (UEA). De acordo com o reitor da universidade, Cleinaldo de Almeida Costa, com esse apoio será possível manter a instituição fortalecida como estratégia de desenvolvimento para o Amazonas.

“A UEA perdeu nos últimos cinco anos R$ 323 milhões que deveriam ser repassados a Universidade, mas que depois da criação da Lei 3.825/2005 o recurso passou a ser destinado pelo Governo a outros setores. Como reflexo disso, as ações da Universidade foram prejudicadas, principalmente no interior. Portanto, este apoio dado pela Casa parlamentar vem repercutir de forma positiva para manter a UEA como fonte de desenvolvimento para o Estado do Amazonas”, destacou Cleinaldo.

A emenda de nº 9 é de autoria do deputado Luis Castro (REDE) e a de nº36 do deputado Dermilson Chagas (PEN), ambas foram aprovadas por unanimidade dos votos do Parlamento.