Texto: Assessoria do Deputado

O deputado Josué Neto (PSD) defendeu, nesta terça-feira (12), a criação da Central de Prevenção ao Suicídio no Amazonas, semelhante ao sistema Centro de Valorização da Vida (CVV). Trata-se de uma central telefônica que ficaria disponível 24 horas por dia para oferecer apoio emocional a pessoas que estão pensando em suicídio.

O assunto foi tratado durante a Campanha de Prevenção ao Suicídio, Setembro Amarelo, no plenário da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), e recebeu apoio dos demais parlamentares da Casa.

Para Josué Neto é possível criar uma Central de Prevenção ao Suicídio com apoio de entidades públicas e privadas, entre elas universidades em que voluntários, profissionais e estudantes de psicologia poderiam auxiliar nos serviços. “Infelizmente nós não temos esse serviço no âmbito do Amazonas e nem na cidade de Manaus. Mas acredito que com o apoio de entidades privadas, e do próprio governo do Estado, isso será possível em breve. Esse movimento é um movimento pela vida, onde mais do que nunca deve-se ter o sentimento cristão de amar ao próximo”, afirmou.
A medida recebeu o apoio dos deputados Luiz Castro (REDE) que explicou que já ter conversado com o presidente do CVV, Robert Paris, para que fosse implantada aqui no Amazonas uma filial do serviço com o apoio da entidade, mas segundo ele ainda não existe local adequado, com linhas telefônicas, para a implantação da central. “Já existem vários voluntários que querem ajudar a salvar vidas. Precisamos apenas de uma sala e uma estrutura básica para isso”, afirmou Luiz Castro.
Josué Neto se comprometeu a encaminhar requerimento ao Governo do Estado e Prefeitura de Manaus, além de buscar apoio junto às companhias de telefonia com atuação no Estado, para tentar tirar a Central do papel. “Quero me colocar à disposição para que a gente possa caminhar na direção de apoiar o CVV e conseguir esse espaço”, afirmou o deputado.

O deputado Carlos Alberto (PRB), que também apoia a criação de políticas públicas estaduais de prevenção ao suicídio, informou que realizará uma audiência pública na Comissão de Jovens, Crianças e Adolescentes para tratar sobre o tema.

Segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), o suicídio é a segunda principal causa de mortes entre jovens com idade entre 15 e 29 anos em todo o mundo. Ao todo são 800 mil registros anuais. No Brasil foram cerca de 12 mil suicídios em 2016.

No Amazonas, o suicídio foi a causa da morte de 60 pessoas, de janeiro e julho de 2017, segundo dados da Secretaria de Estado de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM). No mesmo período de 2016, 64 pessoas tiraram a própria vida.

 

Gabinete do Deputado Josué Neto (PSD)

Dhyene Brissow — (92) 99109-9163