Em pronunciamento na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), nesta quarta-feira (11), o deputado Sinésio Campos (PT) voltou a criticar as privatizações do setor elétrico no Estado, reforçando a necessidade de amplos debates a respeito do assunto, pois, na opinião do parlamentar, essas privatizações trazem mais prejuízos à população do que benefícios.

O deputado lembrou que há meses vem promovendo audiências públicas para discutir o tema, que resultaram inclusive na criação de Fórum para discutir especialmente a privatização da empresa Amazonas Energia. Para Sinésio é o momento de questionar a atitude favorável do presidente da República, Michel Temer (PMDB), de privatizar as empresas de energia.

Citando como exemplo os governadores dos estados que compõem a região Nordeste, que se uniram e questionaram, por meio de uma carta aberta, sobre as privatizações que estão acontecendo naquela região. “Faço um apelo ao governador Amazonino Mendes (PDT), juntamente com os demais governadores da região Norte, também questionem as privatizações que estão acontecendo aqui”.

Sinésio destacou ainda que as consequências vindas da privatização vão desde reajuste nas tarifas de energia elétrica, aumento do valor do gás de cozinha, sucateamento do setor elétrico no interior do Estado, chegando à extinção de postos de trabalho, com demissões em massa, segundo o deputado. “Não posso esperar isso acontecer, para depois tentar consertar”, disse, afirmando ainda que é “o momento do Governo do Estado, dos nossos representantes no Congresso Nacional e da população em geral, dizerem não à privatização”.