Texto: Assessoria do Deputado

A partir de uma articulação do deputado Adjuto Afonso (PDT), enquanto esteve na presidência da União Nacional dos Legisladores Estaduais (Unale), uma comitiva chinesa visitou o Amazonas no período de 2 a 6 do corrente mês para tratar de acordos de irmandade entre cidades chinesas e amazonenses. O grupo, sob o comando do Secretario Geral da Associação das Cidades Irmãs da China (Cifca), Qing Boming, conheceu o potencial Turístico, Cultural, Industrial, além da Piscicultura, e sinalizou interesse em algumas áreas.

“Estou muito otimista com a visita da comitiva chinesa, que busca novos negócios para investir. Enquanto presidente da Unale, nós visitamos vários países, dentre eles, a China, e os convidamos para vir aqui no Amazonas. Eles têm o maior interesse naquilo que o Estado oferece de oportunidades e levam essa informação para os investidores chineses. Eles saíram daqui com um portfólio de muitos negócios em perspectiva”, disse Adjuto.

Encontro com o governador e deputados: O governador Amazonino Mendes recebeu a comitiva que trocou informações sobre o interesse da Associação Internacional das Cidades Irmãs da China no potencial de região. Em seguida, a comitiva acompanhou o evento com o ministro Blairo Maggi, que ressaltou o Amazonas livre da febre Aftosa. A comitiva também visitou a Assembleia Legislativa do Amazonas, onde conversou com os deputados, que também deram sugestões para investimentos na região.

Protocolo de Intenções: Duas reuniões junto à Federação das Indústrias do Estado do Amazonas (Fieam) e a Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa), evidenciaram o potencial industrial do Estado. Na Fieam, o vice-presidente da federação, Nelson Azevedo, abordou, ainda, a potência ambiental do Estado. “Esperamos oportunidades de negócios não apenas na área industrial, mas também para os nossos recursos naturais”, disse.

O deputado Adjuto Afonso, que acompanhou todas as reuniões, explicou a importância de articular uma reunião com os dois orgãos. “Aqui está o peso pesado da economia em nosso Estado, com 95% concentrada na capital. Considerei importante trazer a Associação para prospectar oportunidades de negócios. O Amazonas é um Estado propícios para investimentos”.

Na Suframa, a comitiva foi recebida pelo superintendente Adjunto Executivo, Gustavo Igrejas. Durante o encontro, surgiu a possibilidade da assinatura de um protocolo de intenções para estudar de forma mais detalhada as possibilidades de complementariedade. “Temos total interesse em manter e ampliar essa cooperação. Essa é a primeira conversa de muitas que poderão ocorrer para que possamos analisar os pontos de convergência e entender as reais possibilidades de fazermos negócios proveitosos para ambos os lados”, disse o superintendente.

Cultura: Intercâmbio, Projetos Sociais – Em visita ao Teatro Amazonas, a comitiva não escondeu o deslumbramento por um dos maiores patrimônios históricos do Estado. Após uma breve apresentação feita pelo Secretário de Cultura, Denilson Novo, o Secretário Geral da Cifca, Qing Boming, falou sobre a possibilidade de um intercâmbio entre artistas amazonenses e chineses, e também demonstrou interesse por dois projetos apresentados, um deles, a criação de um circo de rua para artistas em geral.

Turismo – Um pouco do potencial turístico do Estado foi apresentado pelo diretor-presidente da Amazonastur, Orsine Oliveira, como o Encontro das Águas e uma visita a Comunidade Tapuio, que vive próximo ao município de Iranduba. Os Botos e a Vitória-Régia fizeram parte das atrações.

Delegação Chinesa

O Secretário Geral da Cifca, Qing Boming, que esteve acompanhado de Liu Yan, chefe de setor e Zhang Min, gerente de projetos, ressaltou que a entidade representa 500 cidades, com a finalidade de expandir negócios para outros países, como por exemplo, o Brasil.

“A China tem vontade e vem captando no que podemos investir, e tem muito poder econômico para fazer investimentos, só depende do parceiro. Nesses dias vi várias oportunidades para a China investir aqui no Amazonas, como em energia solar, agricultura, piscicultura, tecnologia e indústria”, disse o Secretário Geral.

A Cifca foi fundada em 1992, e é responsável por coordenar e supervisionar o trabalho para estabelecer e desenvolver relações de amizade entre a China e cidades de outros países, fornecendo orientações e trocando informações, numa base voluntária, de igualdade e benefício mútuo. A entidade vem aumentando o intercâmbio e a cooperação nos domínios da economia, promovendo a cooperação prática, implementando a política externa de paz e a serviço do desenvolvimento local.

 

Gabinete do Deputado Adjuto Afonso (PDT)

Nívia Rodrigues (92) 99983-6147 / 3183-4579

Foto: Ney Xavier