O programa Parlamento Jovem, desenvolvido pela Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), que orienta estudantes do ensino médio sobre a importância do exercício da cidadania por meio do voto direto, alcançou um recorde na votação de sexta-feira (9): dezessete alunos da Escola Professora Eunice Serrano (Centro), se candidataram à vaga de deputado-jovem, um recorde em onze anos de programa.

A pedagoga Josy Kelly Martins, da equipe de Educação Cidadã da Escola do Legislativo Senador José Lindoso, revelou que todos ficaram entusiasmados com o número de candidatos. “Fomos surpreendidos positivamente com o número de representantes que pleitearam uma vaga no Parlamento Jovem, pois nunca tivemos um número tão expressivo de candidatos. A qualidade dos discursos também impressionou a todos”, disse Josy Kelly. Sua avaliação é de que nesta edição de 2018, o programa “Parlamento Jovem” tem sido mais valorizado tanto pelos gestores escolares quanto pelos próprios estudantes.

“Nesta edição, escolas ficaram na lista de espera para participarem das atividades”, revelou ela, acrescentando que os debates entre os candidatos revelou alunos conscientes das questões políticas e que enxergam na política um meio ou uma forma de mudar a realidade deles. “Ficamos gratificados”, disse Josy Kelly.

Defendendo empregos para os jovens, o estudante Leonardo Oliveira Lopes, 17, recebeu o maior número de votos e foi eleito titular. Brayon Brendon Aparício,18,  representou o partido da juventude e ficou como 1° suplente. Ilze Caroline Cruz Bessa,16, defendeu o partido da saúde e ficou como 2° suplente. Ao todo 96 alunos participaram da eleição e exerceram a cidadania por meio do voto.