O deputado Luiz Castro (Rede) participou na manhã desta quinta-feira (9) da mesa de abertura da Semana Nacional do Alimento Orgânico, que destaca o tema “Produção orgânica e sociobiodiversidade amazônica”, com palestras, debates e feira de alimentos na Faculdade de Ciência Agrárias da Universidade Federal do Amazonas (Ufam).

Como presidente da Comissão do Meio Ambiente da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam), o deputado Luiz Castro reafirmou a necessidade do fortalecimento das políticas de apoio às técnicas agroecológicas, na produção de alimentos mais saudáveis para o consumidor e que não causam danos ao meio ambiente.

No entanto, o deputado alertou para o projeto de Lei nº 6.299/2002, o chamado “PL do Veneno”, que tramita na Câmara dos Deputados há vários anos, mas foi aprovado em junho, em uma comissão especial, e deverá ser levado à votação em plenário.

O PL flexibiliza o uso de pesticidas nas lavouras do País, e na opinião do deputado representa um grave retrocesso na legislação brasileira dos agrotóxicos, tendo em vista que o Brasil é o maior consumidor de agrotóxicos do mundo.

Este ano, a programação da semana inclui a realização de uma Audiência Pública que discutirá o “PL do Veneno”, nesta sexta-feira (10), à 13h, no auditório João Bosco, na Aleam.

A Semana do Alimento Orgânico vem sendo realizada desde 2015, como espaço de conscientização sobre os princípios agroecológicos, assumindo caráter de campanha permanente de promoção dos produtos orgânicos. O evento prossegue até a próxima segunda-feira (13), com mesas redondas de palestras e debates na Ufam.

 

Texto e Fotos: Assessoria do Deputado

Gabinete do Deputado Luiz Castro (REDE)