O presidente da Comissão Permanente de Segurança Pública da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam), deputado Cabo Maciel (PR) avaliou, no sábado (16), como positivas as estratégias de prevenção à violência e segurança na escola adotadas pelo  secretário de Estado de Educação (Seduc), Luiz Castro e a Secretaria de Segurança Pública (SSP).

De acordo com o parlamentar progressista, a Comissão de Segurança Pública da Aleam incentiva a procura de soluções de prevenções e combate à violência na rede pública por parte das forças de segurança do Estado. “Além das escolas, não podemos esquecer os registros de assaltos no sistema de transporte coletivo, bastante utilizado por alunos rede pública”, lembrou.

O deputado Cabo Maciel estava em Brasília desde segunda-feira (11) onde cumpriu agenda com deputados da bancada amazonense naCâmara e no Senado Federal e retorno neste sábado (16) à Manaus. Ele disse que na capital federal conversou com deputados integrantes da Comissão de Segurança da Câmara dos Deputados e falou da preocupação dele com a violência no Amazonas, principalmente relacionado ao tráfico de drogas.

Estratégias

No encontro convocado sábado (16) pelo secretário da Seduc, Luiz Castro com as forças de segurança do Estado,  a Comissão de Educação da Aleam e coordenadores distritais da Seduc, ficou acertada a implantação de estratégias que englobem tanto as forças de segurança nas áreas de unidades de ensino e o trabalho pedagógico de assistentes sociais e psicólogas da rede estadual.

Na segurança, Castro ressaltou a importância de reforçar os mecanismos já existentes no âmbito da Seduc-AM como monitoramento em tempo real de câmeras de segurança e controle de acesso às escolas. “Hoje, nosso foco é no reforço do que já temos para que possamos avaliar o que podemos vir a ter. E isso precisa ser feito em conjunto para que nossas informações cheguem nas forças de segurança e assim. Assim, vamos conseguir identificar onde há o perigo”, destacou.

Para a prevenção, o reforço será no trabalho de monitoramento das psicólogas e pedagogas que atuam nas Coordenadorias Distritais da Seduc-AM. Na reunião, ficou alinhado que as informações de casos que representem perigos serão repassadas para a inteligência da SSP-AM.

O  secretário executivo da SSP, coronel Anézio Paiva destacou as ferramentas de inteligência que passam desde o acompanhamento de redes sociais quanto ao monitoramento de câmeras próximas as escolas para monitorar possíveis ameaças. “Hoje conseguimos linkar câmeras particulares com o sistema do Centro Integrado de Comando e Controle (CICC) para, por exemplo, monitorarmos o acesso às escolas. Além disso, podemos adequar o aplicativo Aviso Polícia – que é um botão de pânico – a realidade escolar e divulgar o 181, disque-denúncia da Segurança Pública, para os estudantes e gestores. Vamos interagir para criarmos soluções para uma escola segura e cidadã”, lembrou o secretário

Presidente da Comissão de Educação da Aleam, a deputada estadual Therezinha Ruiz (PSDB), se colocou à disposição para colaborar no quesito legislativo, se necessário. Além disso, segundo a deputada, há necessidade de uma campanha informativa sobre o combate ao bullying e demais tipos de violência no ambiente escolar.

Segurança

O comandante da Polícia Militar (PM), coronel Norte Filho, destacou que durante os próximos dias o programa Ronda Escolar será reforçado. “Estamos em um momento delicado que necessita de cuidado e reforço de algumas ações. E é isso que vamos fazer e estamos de acordo com a Seduc”, afirmou.

Integração

Além das coordenadorias, o secretário de educação convocou os representantes das empresas que prestam serviços de monitoramento em câmeras e agentes de portaria para que as prestadoras dos serviços cumpram as medidas determinadas.

 

Texto: Assessoria do Deputado

Gabinete do Deputado Cabo Maciel (PR)

Jerson Aranha (92) 99156-0879

Antônio Lopes (92) 99103-5820

Paulo Ferraz (92) -9425-2514