Na manhã desta terça-feira (11) a Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) reuniu servidores, diretores e deputados no lançamento do Programa Assembleia Viva, no auditório Belarmino Lins. O novo Programa vai ser mantido pela doação voluntária dos servidores da Casa, através de autorização de desconto em folha mensal destinado a beneficiar instituições que atuem em favor da cidadania, assistência social, saúde, esporte, música, cultura e lazer.

O programa é representado por uma comissão formada por 20 representantes de Diretoria e setores da Assembleia que cadastram e visitam instituições para receber as doações do programa. O servidor que formalizasse seu interesse em contribuir com o programa durante o lançamento, ganhava uma camisa e um bottom exclusivo.

Segundo Karina Brilhante, presidente da Assembleia Viva, o programa é uma versão mais abrangente do antigo programa Assembleia Cidadã. “A Assembleia Viva tem um alcance além da cidadania, contemplando também a inclusão social, podendo beneficiar programas com viés inclusivo e também instituições do interior do Amazonas. Com este evento queremos divulgar essa nova versão para os novos funcionários e captar novos colaboradores”, afirmou, acrescentando que atualmente cerca de 280 pessoas colaboram com o programa e a meta é conseguir aumentar este número para 500 contribuições.

A diretora de Serviço Social, Eliane Ferreira, falou sobre o papel da diretoria no Assembleia Viva.  “Nessa fase vamos buscar novos servidores, indo de setor em setor divulgando e buscando aqueles novos funcionários que queriam colaborar com o programa”, explicou.

O presidente da Assembleia, deputado estadual Josué Neto (PSD), falou aos servidores sobre a seriedade do programa. “Este é um novo momento que vai servir para aumentar a nossa arrecadação de doações. E cabe a cada um a consciência de poder ajudar, seja com R$ 10, R$ 20, ou quanto cada um se sinta à vontade de colaborar. Vocês podem ter certeza que desde 2011, quando nasceu o Assembleia Cidadã, este programa nunca foi utilizado com fins eleitoreiros, é um programa muito sério, correto e honesto”, garantiu.

Alguns deputados como Carlinhos Bessa (PV), Dr. Gomes (PSC), Roberto Cidade (PV), Alessandra Campêlo (MDB) e Therezinha Ruiz (PSDB) enalteceram a iniciativa e parabenizaram os colaboradores pelo espírito de solidariedade tão esquecido pelo individualismo de muitas pessoas no mundo moderno.

O diretor geral da Assembleia, Wander Mota, corroborou a transparência do programa. “A Assembleia dá um exemplo de cidadania e de amor ao próximo com o Assembleia Viva, porque é exclusivo de doações de servidores e membros da Casa e assim ajuda diversas instituições que fazem trabalhos sociais belíssimos e acima de tudo possui uma transparência extrema, porque na comissão tem servidores de todos os setores”, avaliou.

Maria do Socorro dos Santos, representante da Associação Grupo União de Idosos de Petrópolis que atende 73 idosos e é uma das instituições beneficiadas pelo programa, prestigiou o lançamento do novo modelo, comemorando a iniciativa dos servidores em colaborar. “Este programa é uma ajuda a mais para nós que mantemos todo um trabalho baseado em doações, motiva mais os nossos idosos que ficam mais tranquilos em poder contar com a solidariedade dos que contribuem”, afirmou.

Qualquer servidor em atividade, aposentado, pensionista ou deputado pode contribuir com qualquer valor a partir de R$ 10 mensais, após autorização formalizada. As doações e instituições são divulgadas periodicamente no portal da Transparência da Assembleia, onde os servidores podem acompanhar a destinação das arrecadações do programa.

 

Diretoria de Comunicação da ALEAM

Texto: Fernanda Barroso

Foto: Hudson Fonseca