Quem é que ganha se cair a Lava Jato? Com um discurso firme em defesa do Ministro da Justiça e da Segurança Pública Sérgio Moro, o deputado Wilker Barreto (PHS) acendeu o debate na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), nesta terça-feira (11), em torno do principal responsável pela operação Lava Jato. O parlamentar acusou grupos políticos ‘de interesses escusos’ por trás das divulgações das conversas ilegais pelo site Intercept.

Preocupado com uma possível reviravolta política no país, Barreto saiu em defesa de Moro e alertou que o ministro teve coragem de enfrentar o sistema. Através da força-tarefa, conseguiu mudar o panorama político no Brasil.

“Senhores, a Lava Jato existiu. Bilhões do contribuinte foram desviados. O que as pessoas querem é desmoralizar o ministro. Quem ganha se cair a Lava jato?”, questionou o parlamentar emendando a resposta. “Só aqueles que desviaram o dinheiro do contribuinte! Sérgio Moro teve a coragem de acabar com uma quadrilha que se apropriou do dinheiro público. É muito importante que não esqueçamos disto”, afirmou.

Wilker ainda pediu que através das redes sociais as pessoas possam manifestar apoio ao ministro. “O serviço que ele prestou vai ser lembrado para o resto da vida. Os livros já contam. Não podemos condená-lo. O povo brasileiro tem que estar nas redes sociais dando apoio a Moro. Ele deu uma ótima contribuição à República.  Aqueles que querem sufocar as investigações estão sendo ágeis nas redes sociais de um crime que ele condenou. Não podemos deixar o Brasil caminhar para trás”, alertou  Wilker, recebendo apoio do público nas galerias da Casa.

‘Plano Dubai’

Outro tema levantado pelo deputado Wilker Barreto foi o projeto revelado pela Folha de São Paulo na segunda-feira (10), que trata do desenvolvimento econômico para a região amazônica, o ‘Plano Dubai’. Caso aconteça, o estado irá perder os incentivos fiscais da Zona Franca.

Segundo o parlamentar, é necessário estudo, responsabilidade e conhecimento dos impactos.  A ideia do novo projeto é da Secretaria de Produtividade, Emprego e Competitividade (Sepec).

“O ‘Plano Dubai’, que acredito que vazou de propósito pela Folha de São Paulo, é belo e mágico no papel. O problema é que quando o Governo inicia isso, ele já cria um ambiente de não investimento na Zona Franca de Manaus. E o pior: é claro que a nova ideia prejudica os incentivos fiscais que temos atualmente. Isso é preocupante, perigoso, e precisamos fazer um movimento como representantes do Amazonas. O Governo, por outro lado, necessita de uma forma contundente apontar alguém do primeiro escalão para tranquilizar os investidores, pois isso é um projeto embrionário, porque ninguém para um modelo exitoso para apostar num sonho”, destacou o presidente da Comissão de Indústria, Comércio e Zona Franca.

 

Gabinete do Deputado Wilker Barreto (PHS)

Texto: Assessoria do Deputado

Anderson Silva (92) 99173-7780 / 99906-2653

Nathalia Silveira (92) 98157-3351

Gabinete (92) 3183-4324

Fotos: Alfran Leão