Durante o primeiro semestre de 2019, a equipe da Comissão de Meio Ambiente, Proteção aos Animais e Desenvolvimento Sustentável, presidida pela deputada estadual Joana Darc (PR), realizou cinco eventos, quatro visitas técnicas e participou de 22 eventos sobre a temática do meio ambiente, além de ter apresentado cinco Projetos de Lei (PL) e apreciado outros 15 projetos recebidos, dos quais 10 tiveram parecer favorável, restando cinco pendentes.

Ainda em fevereiro, após ser designada como presidente da Caama, uma das primeiras ações de Joana Darc foi ampliar as responsabilidades da Comissão, com a inclusão da proteção animal nos objetivos, alterando a nomenclatura da Comissão para a atual. “O nome sofreu alterações para abarcar a gama de atuação da fauna doméstica, uma causa historicamente defendida por mim. Arrisco destacar que talvez sejamos a única Comissão de Meio Ambiente com o nome diferente das demais”, afirmou.

Já na primeira quinzena de fevereiro, a Caama foi inserida no Conselho Estadual do Meio Ambiente (Cemaam) e, em paralelo, realizou reuniões internas de planejamento das atividades futuras. Preocupada com a destinação do lixo em Manaus, a deputada Joana Darc visitou, em abril, o aterro da empresa EcoManaus, no km 13 da  rodovia AM-010, quando se verificou erosão e degradação do solo, além da poluição e destruição da nascente do Igarapé do Leão, afetando moradores do entorno.

O tema do lixo motivou a realização, em maio, de uma Audiência Pública que debateu a situação dos lixões. Visitas também foram feitas nos lixões do Ramal Brasileirinho e a um terreno localizado na entrada do bairro Colônia Antonio Aleixo, na Zona Leste de Manaus. Ambos os casos foram denunciados através de matérias televisivas e das redes sociais da deputada.

A Semana do Meio Ambiente, comemorada em junho, contou com diversas atividades, como a exposição de produtos ecológicos e sustentáveis no hall de entrada da Aleam, uma Sessão Especial em homenagem ao Dia do Meio Ambiente, o lançamento da Campanha Gabinete Sustentável (projeto pioneiro que instituiu uma gincana com fins ambientais mobilizando os gabinetes a adotarem hábitos ecologicamente saudáveis), e a distribuição de mudas frutíferas.

Finalmente em julho, a Comissão participou do evento King Bazar, no Centro de Convenções Canaã, no qual cinco cães ganharam novos lares, e também foi lançada a Cartilha Boas Práticas – Causa Animal, com orientações de cuidados para uma adoção responsável. A presidente da Caama também visitou em julho o Zoológico do Hotel Tropical e propôs algumas alternativas para os animais que vivem no local e que de lá não podem sair. Os responsáveis pelo hotel firmaram o compromisso de informar aos novos compradores sobre a existência do zoo (que possui cerca de 230 animais).

A presidente da Caama falou sobre a intenção de contribuir para que a Aleam esteja em um novo patamar de proteção ambiental. “A intenção é que outras ações possam surgir para ajudar a Assembleia a caminhar lado a lado com o que há de mais moderno nas pautas sobre Meio Ambiente ao redor do mundo. Tenho certeza de que grandioso será o nome da Caama/Aleam perante os demais entes federativos e que possamos servir de modelo de atuação para quem desejar fazer a diferença em seu estado”, concluiu.

 

 

Diretoria de Comunicação da Aleam

Texto: Fernanda Barroso

Foto: Elisa Garcia Maia