Enfraquecer a Zona Franca de Manaus (ZFM) na reforma tributária pode fazer a indústria nacional sofrer perdas substanciais de competitividade para o Paraguai, onde brasileiros abriram sete de cada dez indústrias nos últimos anos. O alerta foi feito pelo presidente da Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), deputado estadual Ricardo Nicolau (PSD).

Nesta sexta-feira (13), o parlamentar participou do lançamento da Feira de Sustentabilidade do Polo Industrial de Manaus (fesPIM). Promovido pela Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa) e o Instituto Piatam, o evento terá como objetivo mostrar o potencial sustentável e a importância estratégica do modelo de incentivos para o restante do país.

“A quem interessa o enfraquecimento da Zona Franca de Manaus? Interessa à indústria nacional? Duvido. Ou interessaria ao Paraguai, que está atraindo cada vez mais empresas brasileiras com seus incentivos?”, questionou Ricardo Nicolau. “O Brasil estaria menos competitivo se não fosse pela Zona Franca de Manaus e nós estaríamos perdendo empregos para o Paraguai”, completou.

Para o parlamentar, a proteção da ZFM requer ações inovadoras e novos formatos, a exemplo do que propõe a fesPIM. “Parabéns à Suframa e ao Instituto Piatam por este evento que será um novo marco, uma oportunidade de mudar a imagem da ZFM perante o país e mostrar a importância estratégica desse modelo que deu certo e ainda tem muito a contribuir para o Brasil”, afirmou.

O superintendente da Suframa, Alfredo Menezes, destacou o papel do parlamento nas iniciativas em defesa do modelo Zona Franca. “Obrigado ao deputado Ricardo Nicolau que sempre tem nos orientado em uma parceria que é muito estratégica, porque sabemos que sem a presença do Poder Legislativo nessa sinergia de ações não iríamos a lugar nenhum”, declarou o coronel.

fesPIM – Com o conceito de aliar sustentabilidade e tecnologia, o fesPIM será realizado em Manaus de 27 a 29 de novembro deste ano. O evento terá 130 estandes e toda a estrutura será montada com materiais reaproveitados das fábricas do Polo Industrial de Manaus. A programação terá exposições, palestras e um espaço duty free, com a venda direta de produtos produzidos na ZFM

“É com essa proposta que vemos a relevância de se promover um evento que leve essa realidade a todos que necessitam conhecer melhor o que ocorre no coração da Amazônia e como isso colabora com todos os estados da federação ao diminuir a pressão na floresta e gerar riquezas e oportunidades no Norte, Sudeste, Sul, Nordeste e Centro-Oeste”, explicou o titular da Suframa.

 

Gabinete do Deputado Ricardo Nicolau (PSD)

Texto: Assessoria do Deputado

Thiago Barros (92) 98153-7004

Gabinete (92) 3183 44-19