O presidente da Comissão de Promoção e Defesa das Crianças, Adolescentes e Jovens da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), deputado Álvaro Campelo (Progressistas), participou na tarde de quarta-feira (12), da primeira reunião do Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente (CEDCA), em sua nova sede, localizada na Av. Darcy Vargas, 77 (antigo prédio da Unicef).

Entre os principais pontos abordados, estava a construção do Centro Integrado de Apoio à Criança e do Adolescente, projeto antigo da “Rede de Proteção”, e a capacitação constante dos conselheiros tutelares de todo estado, em treinamentos a serem realizados nas calhas.

Para o deputado Álvaro Campelo, é importante a realização desses encontros para trabalhar a implementação e o fortalecimento de políticas públicas. “É necessário que haja essa luta incessante em defesa dos direitos e de políticas públicas voltadas às crianças e aos adolescentes, e nessa primeira sessão de 2020 do CEDCA, pudemos tratar de temas importantíssimos, inclusive a construção do Centro Integrado de Apoio à Criança e o Adolescente, que é um projeto que iniciamos a discussão, ano passado, e a capacitação dos conselheiros tutelares de todo estado, em treinamentos a serem realizados nas calhas”, afirmou o parlamentar.

De acordo com Amanda Ferreira, ex-presidente do CEDCA, é necessário tornar o “Centro” uma iniciativa efetiva para que não corra o risco de deixar de existir em futuros governos. “Nosso objetivo é que esse Centro Integrado seja uma política de Estado e não de Governo. Por isso, a grande importância da participação do deputado Álvaro Campelo, nesse momento, para que não seja suprimido por outras administrações”, avaliou Amanda.

 

Metas do órgão

 

A nova presidente do Conselho, Alcione Reis, destacou as principais metas do órgão, vinculado à Secretaria de Estado de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc) para os próximos anos. “Estamos assumindo esse desafio, com uma nova diretoria, integrada por representantes da sociedade civil, e nosso objetivo é reunir e discutir as demandas da política da infância no Amazonas, pois o Conselho é estadual e se estende a todos os municípios, cuja realidade é diferente da capital e, precisa de uma atenção especial do poder público”, disse.

O encontro contou com a presença de órgãos e representantes da “Rede de Proteção” do Amazonas, para discutir a continuidade das ações e o fortalecimento de políticas públicas voltadas à prevenção e combate a crimes, que violam os direitos das crianças e adolescentes, em especial no interior, onde os índices apontam números alarmantes.

 

 

Gabinete do Deputado Álvaro Campelo (Progressistas)

Texto: Assessoria do Deputado

Pricila Assis (92) 98143-9640

Giovane Serafim (92) 99132-2141

Foto: Augusto Ferreira