A Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), por meio do programa Educando pela Cultura da Escola do Legislativo Senador José Lindoso, realizou na manhã desta quinta-feira (12), no Auditório Senador João Bosco, debates sobre temas relacionados à valorização feminina como desigualdade salarial, sexualidade e mulheres na política.

“Nós pensamos em uma comemoração diferente de flores e chocolates, porque essas pautas têm de ser discutidas, pois falando sobre isso a gente diminui o preconceito, com aprendizado e conhecimento. Esse é o momento de nos colocarmos à mostra, as mulheres precisam ocupar os espaços de direção e liderança”, explicou a coordenadora do Educando pela Cultura, Jacy Braga.

Na mesa de debates, a engenheira Kelly Ambrósio falou sobre a desigualdade salarial e ocupação de espaços e cargos de chefia por mulheres, lamentando que o machismo é tão enraizado na sociedade que existe até entre as mulheres. “Infelizmente temos mulheres que são machistas e não validam as conquistas de outras mulheres, que questionam a forma com as outras ascenderam a um cargo de chefia”, afirmou.

Sobre a presença feminina na política, a advogada Maria Benigno falou sobre como a falta de representatividade na política afeta as mulheres. “Temos de lutar por mais mulheres nos espaços de poder, como no Legislativo. Apesar de sermos a maioria na população e no eleitorado brasileiro, existe uma falta de representatividade política que reflete diretamente na falta de políticas públicas pensada para as mulheres”, relacionou.

O deputado estadual Dermilson Chagas participou do evento e destacou a desigualdade salarial entre homens e mulheres no mercado de trabalho. “A diferença salarial entre homens e mulheres ainda é cerca de 20% e o aspecto salarial é apenas um prejuízo, porque o prejuízo maior é o psicológico. Os empregadores por vezes afirmam que isso se justifica porque as mulheres têm filhos, precisam se ausentar por conta das crianças. Isso é cultural ou machista?”, exemplificou.

Já para a estudante Ana Beatriz dos Santos, é importante lembrar a necessidade de respeito pelas mulheres. “É sempre bom lembrar os homens a importância do respeito, que a gente precisa muito para evitar situações de abuso e violência, por exemplo”, afirmou.

A programação do evento contou com uma palestra sobre a sexualidade da mulher, proferida pela doutora em Ciências Sociais, Iraildes Caldas, apresentações culturais do Coral Musikart, da Coordenadoria 4 da Secretaria de Estado de Educação (Seduc) e um monólogo com a atriz Francy Júnior. Durante o evento, foram homenageadas a atriz Ednelza Sahdo, a engenheira Kelly Ambrósio, a delegada Débora Mafra, a mestranda em História pela Ufam, Michele Pires, entre outras.

 

 

Diretoria de Comunicação da Aleam

Texto: Fernanda Barroso

Foto: Rubilar Santos