PMDB

Alessandra Campêlo

Perfil

Nome: Alessandra Campêlo da Silva

Partido: PMDB

Aniversário: 01/11/1974

 

Alessandra Campêlo da Silva, natural de Manaus (AM), tem 40 anos. É formada em Jornalismo pela Universidade Federal do Amazonas (UFAM) e cursa Especialização em Gestão Governamental pela Universidade do Estado do Amazonas (UEA). Em sua marcante passagem pela Universidade, Alessandra Campêlo deu início à vida política, inclusive sendo diretora do Centro Acadêmico de Comunicação Social da UFAM (Cucos). Em 1996, filiou-se ao Partido Comunista do Brasil (PC do B). No biênio 1997-98, foi eleita presidente do Diretório Central dos Estudantes (DCE/UFAM). No mesmo período, Alessandra Campêlo também atuou como vice-presidente da União Nacional dos Estudantes (UNE), na região do Amazonas e de Roraima. Em sua gestão no DCE, notabilizou-se pelo resgate do Festival Universitário de Música (FUM), pela luta contra a privatização do ensino público e em defesa de uma Universidade gratuita e de qualidade, e a favor da meia-passagem para os estudantes. Além disso, participou ativamente das discussões políticas nacionais, com participações nos Congressos da UNE. Em 2001, Alessandra Campêlo foi aprovada em concurso público para o quadro de servidores públicos da Secretaria de Estado da Segurança Amazonas. Foi assessora parlamentar na área de Comunicação Social no Gabinete da então Deputada Federal Vanessa Grazziotin (PC do B). De 2002 a 2006, atuou na assessoria parlamentar do deputado estadual Eron Bezerra (PC do B-AM). Em 2007, foi coordenadora do Departamento de Eventos da Secretaria de Estado da Produção Rural (SEPROR). Neste mesmo ano, assumiu a Secretaria Executiva Adjunta de Administração e Finanças. No período de março a junho de 2011, Alessandra Campêlo foi nomeada secretária Executiva da SEPROR. Em fevereiro de 2012, a convite do governador Omar Aziz, Alessandra Campêlo assumiu um novo desafio em sua vida pública: o comando da Secretaria de Estado da Juventude, Desporto e Lazer (SEJEL). Com dois anos no cargo, a gestora revolucionou o esporte amazonense, com apoio permanente aos atletas, paratletas,  federações, associações, ligas de bairros, comunidades rurais e grupos de pessoas idosas. Se notabilizou por dirigir a SEJEL - onde ficou até 4 de abril de 2014 -, de forma democrática e transparente, transformando o esporte em agenda positiva para o Governo do Amazonas. Em 5 de outubro de 2014, foi eleita deputada estadual com 25.361 votos - a 11a. mais votada do pleito.